Notícias

Think Plastic Brazil apresenta material com registro dos resultados de 15 anos do Programa

Em 2018 o Think Plastic Brazil completou 15 anos, sempre com o objetivo central de internacionalizar as companhias brasileiras produtoras de plásticos transformados. Para registrar a data e comprovar o sucesso das suas atividades o Programa prepara um material especial, contendo o registro completo dos resultados obtidos no período.

O livreto comprova a eficiência das ações promovidas por meio de números claros: hoje são apoiados nacionalmente mais de 140 empresas beneficiárias, contamos com 2 sponsors e 27 parceiros potenciais ligados à cadeia do setor de transformados plásticos. Desde o início do Think Plastic Brazil, foram realizados mais de 390 projetos, incluindo a participação em 89 Feiras Internacionais, a organização de 52 Projetos Compradores e 14 Projetos Vendedores, 6 Missões Prospectivas e mais de 150 cursos. Estas ações, formatadas pela parceria INP e Apex-Brasil, ampliaram o destaque das empresas do setor em todo o mundo.

Para as companhias participantes, o Programa Think Plastic Brazil é considerado um dos principais canais de acesso aos mercados internacionais, conforme pesquisa realizada em março de 2019, com foco no planejamento estratégico para os próximos cinco anos. “As indústrias certamente têm potencial para se promover e conquistar o mercado internacional, mas o caminho solo é, de fato, mais complexo. Por isso, ter o apoio da Apex-Brasil e do INP, por meio do Think Plastic Brazil, significa abrir novos horizontes, especialmente pela grande experiência dos profissionais envolvidos”, explica Miguel Bahiense, diretor superintendente do INP e gerente do Programa. “Os pontos de conhecimentos permitem a maximização do aproveitamento das empresas no mercado internacional. Nos últimos 15 anos o desempenho foi louvável e atingimos o momento de reconhecimento pela excelência do trabalho, não só na relação com a Apex-Brasil, mas também com os associados. Entramos agora em uma fase em que buscamos crescer ainda mais, já que ocupamos plenamente o espaço que a parceria com a Apex-Brasil nos permitiu, e agora vamos em busca da ampliação do trabalho”, complementou.

Confira o material completo clicando aqui.