Notícias

Brasil Beyond debuta na Home & Housewares 2014 e gera crescimento de negócios sete vezes maior

TPB042014_01_HHA feira internacional Home & Housewares, que acontece em Chicago, nos EUA, é uma das mais importantes para a cadeia de derivados plásticos. E neste ano a indústria nacional ganhou ainda mais destaque no evento: o pavilhão brasileiro utilizou a marca Brasil Beyond, criada pela Apex-Brasil, e reuniu 31 empresas brasileiras do setor de plástico, vidro, iluminação e metal.  A nova identidade fortaleceu a presença no exterior e mostrou ao comprador internacional todo o potencial inventivo e produtivo do brasileiro.

Pela primeira vez no evento, a Poly Play, representada por seu diretor comercial Marcos Toma, ressalta a qualidade do trabalho desenvolvido. “A feira foi espetacular, resultou em ótimos contatos para nós, tanto em qualidade como em quantidade, pois fizemos mais de vinte grandes prospecções, algo que não teríamos condições de fazer sozinhos”, explica Marcos. “Os clientes são bem diferentes dos que estamos acostumados a atender em São Paulo, são mais dispostos a fechar negócios”, surpreende-se o executivo. Para ele, o design e o preço de seus produtos colocam o Brasil em boa condição de negociar em um evento deste porte.

Cesar de Medeiros, responsável pelas exportações da Condor, se surpreendeu com os resultados da feira. Mesmo tendo o mercado interno como foco, a companhia também entrou para o time do Think Plastic Brazil com o objetivo de qualificar sua presença no mercado externo. “É muito mais cômodo participar por meio do Programa, a organização é muito bem feita e o associado se preocupa apenas em enviar suas amostras e marcar as reuniões. Fiquei satisfeito com o resultado”,  elogia Medeiros. “Tivemos um grande número de visitas e fizemos cerca de cinquenta contatos, outros já são clientes que tive a oportunidade de conhecer pessoalmente, o que faz muita diferença”, completa.

“As empresas acabam trabalhando juntas; é uma troca fundamental”

A gaúcha Simonaggio, especialista em utilidades domésticas desde 1973, também pontua que o número de participantes brasileiros ajuda a legitimar o país como um player sólido. “Esse conjunto de empresas acaba trabalhando junto e isso favorece a todos, pois o comprador que vem para comprar plástico, por exemplo, acaba negociando também talheres, vidros, e outros produtos”, explica Simone Simonaggio, gerente de negócios da companhia. “Essa troca é muito importante para nós, pois as exportações já correspondem a cerca de 30% do nosso faturamento. Se estivéssemos sozinhos em uma feira como essa a troca não aconteceria”, finaliza. Simone prospectou mais de vinte contatos na Home & Housewares. E agora foca suas exportações não apenas para os norte-americanos, mas também para outros países na América Latina.

Os compradores também são gratos ao Programa pelo estreitamento de vínculos comerciais. “A melhor definição do que fazemos é a organização e o trabalho. Quando levamos um produto brasileiro, até parece que foi feito para o mercado mexicano”, define Julian Cuellar, presidente da mexicana EJ Sellings.

Durante o evento, presenças ilustres também ressaltaram a vasta gama de contatos e oportunidades proporcionada no evento. O Consul Geral do Brasil em Chicago, embaixador Paulo Camargo, visitou o local no dia 17. A presidente da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC), Esther Nunes, e o vice-presidente da CCBC Antonio Conde também marcaram presença. Ainda, Christiano Braga, gerente executivo da Apex-Brasil, e Fernando Spohr, gerente da Apex-Miami, brindaram com sua presença.

Neste ano aconteceu também o tradicional seminário pré-Housewares, com um palestrante internacional e cinco apresentações. 54 representantes de 31 empresas brasileiras compareceram. Já a novidade da edição ficou por conta de um retail tour orientado pela equipe organizadora nas principais lojas do varejo de Chicago.

No total, foram fechados negócios imediatos de cerca de US$ 3,1 milhões, e espera-se atingir mais US$ 8,4 milhões nos próximos meses. Um resultado sete vezes maior do que a última edição.

 

Fonte: Think Plastic Brazil