Arquivo da Categoria: Notícias

Plásticos transformados brasileiros para setor agrícola marcam presença na Expo Agroalimentaria

evento-agroalimentariaComo trabalhos têm mostrado, atualmente o Brasil é um dos países que tem apresentado uma das maiores taxas de crescimento da produtividade agropecuária (Fuglie, K.; Wang, S. L.; Ball, E.). Nos últimos 30 anos a taxa média anual da produtividade total dos fatores (PTF) foi de 3,5%, considerada uma taxa elevada (Gasques, J. G. Euro Choices, 16(1) 2017). Esses resultados mostram sem dúvida que a tecnologia tem sido o pincipal fator a estimular o crescimento da agricultura. Uma função de produção agropecuária para o Brasil ajustada com uma série de produto e insumos, mostrou que no período 1975 a 2015, 58,4% do crescimento da produção se deve à tecnologia, 15,1% à terra e 15,4% ao trabalho.

 

Para o setor de plástico transformado esse setor abre possibilidades de investimentos em produtos, tecnologias e serviços, ampliando a possibilidade da disputa do share global e do processo exportador / de internacionalização. Diante deste cenário destacam-se a participação de 6 empresas na Expo Agroalimentaria, evento que ocorre no México de 14 a 17 de novembro.

 

Entre as companhias presentes estão Cartonale; Cipatex Sinteticos e Vinilicos Ltda.; Embaquim Industria e Comercio; Neoplastic; e Nortene Plasticos Ltda. e Pabovi. Acompanhe as mídias sociais e o site do o Think Plastic Brazil para mais informações.

Associados ampliaram conhecimentos no Workshop Gestão de Riscos Internacionais

Aconteceu em setembro o workshop “Gestão de Riscos Internacionais”, abordando temas como “Riscos envolvidos em operações internacionais e como mitigá-los sem perder a competitividade”, além de “o correto uso de ferramentas de trade finance a favor das vendas internacionais”. Para o palestrante Sergio Pereira, da Ankon, SP, “os participantes tiveram oportunidade de acessar ferramentas úteis para lidar com um dos temas mais sensíveis para as empresas brasileiras: o receio de vender e não receber.   Puderam discutir, de forma prática, os tópicos que compõem esse complexo tema – que não é abordado no Brasil”.

 

Confira o que alguns participantes disseram sobre o encontro:

 

Marcelo Cunha da Frasquim

“Achei muito esclarecedor pois há um conhecimento prime das questões e voltamos mais amadurecidos na questão, para desenvolver negócios em diversos países”.

 

Evandro Assoni, da Globoplast

“O palestrante chamou nossa atenção para pontos que muitas vezes não valorizamos, minimizando assim o risco para ações fora do Brasil”.

 

Douglas de Lima, da C-Pack

“As ferramentas esclarecem alguns pontos e mostram possibilidades de atuação que nós mesmos não conhecemos mas que podem ser utilizadas a nosso favor. Abre o leque dos atendimentos no exterior”.

Inscrições abertas para cursos e workshops Think Plastic Brazil

calendarioAs inscrições estão abertas para os cursos e workshops do Think Plastic Brazil. O próximo encontro será “Como otimizar os custos e formar preços competitivos”, em 18 de outubro de 2017; seguido por “Estratégias de Exportação para África”, em 23 de novembro de 2017; “Benefícios Fiscais na Exportação”, em 6 de dezembro de 2017; Capacitação de gestores de negócios”, em 23 de janeiro de 2018 e “Sistemática de Exportação – Aspectos fiscais e operacionais”, em 21 de março de 2018. Também estão sendo planejados, além de muitos outros, os cursos Drawback Integrado; Siscoserv – Legislação e casos práticos; Como otimizar os custos e formar preços competitivos – módulo avançado e Planejamento estratégico & Balanced Scorecard.

 

Os encontros acontecem na sede do INP gratuitamente às empresas participantes do Think Plastic Brazil e com valores especiais para parceiros.

 

Em “Como otimizar os custos e formar preços competitivos” o público-alvo são empresários, diretores e gerentes das áreas de custos, financeira, industrial, exportações e vendas para o mercado interno, além de demais envolvidos com os processos de apuração e cálculos de custos e com a definição e gestão da política de preços. O objetivo do workshop é proporcionar as condições necessárias para que a empresa conheça profundamente as variáveis que compõem o custo de seus produtos, ajudando-a, assim, a posicionar seu preço corretamente nos mercados doméstico e internacional, para competir local e globalmente e alavancar seus negócios. O responsável pelo curso é o escritório Martinovich & Associados.

 

“Estratégias de Exportação para África” trará uma nova visão sobre o continente africano com abordagens como: “África como destino das exportações brasileiras”; “   Continente além de Angola e Moçambique”; “Perfil de mercado”; “Riscos e oportunidades”; “Acesso à informação” e “O que funciona e o que não dá certo”. Inscreva-se aqui.

 

No encontro sobre Capacitação de Gestores, também coordenado pelo escritório Martinovich & Associados, quatro tópicos centrais dividirão os temas. O primeiro, “Pensamento e Planejamento Estratégico”, será dividido entre ‘Cenários e tendências econômicas’; ‘Percepção e criatividade’ e ‘Pensamento e planejamento estratégico’. O segundo tópico, “Pessoas, Liderança e Relacionamento” abordará a ‘Liderança e inter-relacionamento pessoal’; ‘    Análise de problemas e tomada de decisões’; ‘    Motivando a equipe no trabalho através das competências’ e ‘Administração do tempo e condução de reuniões’. Já em “Marketing, Atendimento e Vendas”, os participantes terão insights sobre ‘Marketing: marca, produtos e pessoal’; ‘Melhoria das técnicas de atendimento’; ‘Como desenvolver alto padrão em vendas’ e ‘Negociação e fidelização’. Em “Gestão Econômico-Financeira”, os temas serão ‘Estrutura e análise das demonstrações financeiras’; ‘Fluxo de caixa e o capital de giro’ e ‘Orçamento econômico-financeiro’. Inscreva-se aqui.

 

Por último, em “Sistemática de Exportação – Aspectos fiscais e operacionais”, serão faladas diretamente as questões práticas e dos processos burocráticos envolvendo as operações e as questões fiscais e tributárias relacionadas à exportação. Inscreva-se aqui.

Divulgados resultados da Pack Expo Las Vegas

resultados-certo

Com compradores dos países Alemanha; Brasil; Canadá; Chile; Colômbia; Costa Rica; Dinamarca; Equador; EUA; Jamaica; Japão; México; Peru e Venezuela as 12 companhias brasileiras participantes do Think Plastic Brazil realizaram 192 contatos de negócios e fecharam USD610 mil em resultados no evento. Para os próximos 12 meses a expectativa é que mais USD3,75 milhões sejam gerados.

A Pack Expo promove especialmente insumos para indústria de embalagens e embalagens flexíveis e rígidas. A feira recebe compradores de mais de 15 países, com maior presença de americanos, canadenses, mexicanos e de outros países das Américas Central e do Sul. O Think Plastic Brazil participa consecutivamente deste evento, em todas suas edições, desde 2013 e da Pack Expo International em Chicago desde 2004.

Números da edição

Segundo os organizadores esta edição do Pack Expo Las Vegas foi a maior de todas as edições. Ao todo 29.500 visitantes estiveram pelos corredores do evento, visitando cerca de 2000 companhias expositoras.

 

Think Plastic Brazil leva 20 empresas à Andina Pack

ANDINA_PACKOs fabricantes brasileiros participantes do Think Plastic Brazil estarão em Bogotá, Colômbia, na próxima Andina Pack (7 a 10 de novembro), nos pavilhões 18 a 23, estande 2518. As empresas apresentarão soluções em embalagens para variadas indústrias e aplicações (alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, logísticas e diversos outros).

A Colômbia é um importante aliado comercial brasileiro e um dos principais mercados do programa Think Plastic Brazil. Em 2016 o destino foi o 6º principal mercado a receber as exportações brasileiras do segmento , com USD63 milhões em vendas, 5,6% do total de exportações dos transformados plásticos.

A importante participação das empresas brasileiras no mercado colombiano é resultado de uma estratégia a longo prazo, com a participação, desde 2004, de eventos que são celebrados no país, entre eles a Colombiaplast e a Andina Pack.

Empresas participantes: Alpfilm; Copobras S/A Ind. E Com. de Embalagens; C-Pack Creative Packaging; Cromex; Embaquim Indústria e Comercio; Fibrasa S/A. ; Frasquim; GDM Industria e Comercio de Plasticos Ltda.; Gerresheimer; Globoplast; Itacorda; Mega Embalagens; Parnaplast; Plasc Embalagens; Sommaplast; Spiltag Industrial Ltda.; THR Embalagens e Valfilm.

Oportunidade para o setor: Inclusão do Panamá em Acordo da ALADI

Comunicamos que o Panamá aderiu ao Acordo da ALADI de Preferencias Regionais (AR.PTR 4), com os países do Mercosul, Colômbia, Bolívia, Equador, Peru e Venezuela, o que representa uma redução das alíquotas de importação do Panamá em 20% para os produtos não incluídos no Anexo ao Acordo.

1280px-Flag_of_Panama.svg

Adiantamos que os produtos transformados plásticos não estão incluídos na Lista de Exceção do Panamá e, portanto contam com o benefício da redução do imposto.

O Panamá deverá incorporar o Acordo em seu ordenamento jurídico em 30 dias.

DECRETO Nº 9.141, DE 22 DE AGOSTO DE 2017

DOU de 23/08/2017 (nº 162, Seção 1, pág. 6)

Dispõe sobre a execução do Protocolo de Adesão da República do Panamá ao Acordo Regional que Institui a Preferência Tarifária Regional (AR.PTR nº 4), firmado entre a República Federativa do Brasil, a República Argentina, o Estado Plurinacional da Bolívia, a República do Chile, a República da Colômbia, a República de Cuba, a República do Equador, os Estados Unidos Mexicanos, a República do Paraguai, a República do Peru, a República Oriental do Uruguai, a República Bolivariana da Venezuela e a República do Panamá.

Novo processo de exportação: disponível tela para registro da DU-E

Desde 4 de julho de 2017 mais uma facilidade está disponível para os operadores que utilizam o Novo Processo de Exportações do Portal Único de Comércio Exterior: tela para registro da Declaração Única de Exportação (DU-E).

container-100614052-primary.idge

A DU-E substitui os atuais Registro de Exportação (RE), Declaração de Exportação e Declaração Simplificada de Exportação (DSE). Integrada à Nota Fiscal Eletrônica, a DU-E possibilita reduzir em até 60% a necessidade de preenchimento manual de dados.

Lançado em 23 de março de 2017 para o modal aéreo foi ampliado em 28 de junho de 2017 para as operações realizadas através dos modais marítimo, no Porto de Santos, e rodoviário, nas unidades aduaneiras em Uruguaiana e Foz do Iguaçu.

Inicialmente, os registros da DU-E eram efetuados apenas por WebService, em um padrão máquina x máquina.

Com a disponibilização da tela para registro os operadores poderão registrar uma DU-E diretamente através da tela da declaração, não havendo necessidade de investimentos em integração de sistemas.

Para as exportações que necessitam a utilização em contêiner após o registro da declaração, ainda não é possível a utilização do Novo Processo de Exportações.

O acesso ao Portal Único de Comércio Exterior pode ser realizado através do site http://portal.siscomex.gov.br/

Participe do Curso Como Otimizar Custos e Formar Preços Competitivos

O Think Plastic Brazil realiza, em 18 de outubro de 2017 o curso Como Otimizar Custos e Formar Preços Competitivos. Inscreva-se em Clique aqui para se inscrever

header

 

OBJETIVOS
Proporcionar as condições necessárias para que a empresa conheça profundamente as variáveis que compõem o custo de seus produtos, ajudando-o assim a posicionar seu preço corretamente nos mercados doméstico e internacional, para competir local e globalmente e alavancar seus negócios.
Martinovich & Associados
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
COMPETITIVIDADE E GLOBALIZAÇÃO
•As principais mudanças no mundo empresarial
•Os cenários: globalização e competitividade
•O plástico do Brasil no mundo, números e ponderações
•A exportação e o câmbio – impactos, possibilidades e restrições
•Contribuição de cada área da empresa na formação de preços
Investimento:
Participantes do THINK PLASTIC BRAZIL: Gratuito
Associados a entidades parceiras: R$ 400,00
Não associados: R$ 600,00 por participante

Andinapack, Ambiente, Projeto Comprador e Home & Housewares movimentam calendário

Continua a todo vapor o calendário de eventos internacionais do Think Plastic Brazil. Recém finalizada, a Pack Expo Las Vegas levou 11 empresas aos EUA, com resultados que serão divulgados em breve.

P1130871

De 7 a 10 de novembro é a vez da Colômbia receber as empresas brasileiras, na Andinapack 2017, que já possui 18 empresas participantes do Think Plastic Brazil confirmadas.

A Colômbia é um importante parceiro comercial do Brasil e um dos principais mercados do programa Think Plastic Brazil. Em 2016, foi o 6º maior destino de exportações do setor, com US $ 63 milhões em vendas (5,6% das exportações totais de transformadores de plástico).

Cerca de 142 mil visitantes estiveram no evento de Frankfurt no ano de 2017, num universo que reuniu 4.454 expositores de 96 países. Quase 55% deste total foram de fora da Alemanha, mostrando que a Ambiente é a principal plataforma mundial de artigos para casa.

De 10 a 13 março a International Home and Housewares Show 2018 comanda o show com excelentes conexões de negócios. Os EUA foram destino para USD108,5 milhões em produtos transformados plásticos brasileiros no ano de 2016, o que o coloca como terceiro principal destino para o segmento. O evento é também palco de compradores e empresas de todas as Américas, tornando-o um hub de negócios para a região.

Ainda no primeiro semestre está programado o 53º Projeto Comprador, um encontro entre importadores e empresas do segmento.

Fique atento a nosso site e a nossas redes sociais para mais detalhes.

Excelentes resultados do 52º Projeto Comprador

Com expectativa de volumes de negócios de mais de USD5,72 milhões para os próximos 12 meses o 52o. Projeto Comprador envolveu 55 empresas brasileiras.

Post_resultados-52ºPC

O encontro aconteceu nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, recebendo 10 importadores de 8 países (Alemanha, Colômbia, Uruguai, Equador, Argentina, Costa Rica, Nicarágua e Panamá). Entre os destaques estavam Sodimac (cadeia de home centers) e Supermercados Cotto (maior cadeia de supermercado argentino), ambos da Argentina; Spriant (especialista em sourcing de linha institucional para diversas companhias aéreas internacionais); Almacenes El Rey (rede de ferreterías da Costa Rica); Casa Garrido (relevante distribuidor uruguaio de artigos pra casa) além de distribuidores do Panamá, Equador e outros.

“O Brasil está avançado bastante no setor de plásticos e o programa Think Plastic Brazil traz oportunidades para que importadores e fornecedores realmente se conheçam, fechando negócios não somente uma vez mas criando uma relação duradoura”, disse o comprador da Colômbia.

“Encontrei opções variadas e produtos que realmente buscamos, a indústria brasileira nos interessa e o País como um todo mostra crescimento e possibilidades de investimento”, falaram os representantes do Equador.

“É a primeira vez que participo da Rodada de Negócios e seguramente vamos trabalhar cada vez mais com o Brasil, após essa oportunidade de conhecer os produtos de plástico transformado pessoalmente, informou o importador do Uruguai.

O Projeto Comprador me permitiu conhecer uma grande quantidade de fábricas e produtos que sem o Think Plastic Brazil seria impossível, explicaram os compradores da Costa Rica.

“A indústria se desenvolveu muito nos últimos anos e que os produtos apresentados foram reveladores em opções e design”, explicou o representante da Argentina.


Resultados:

10 COMPRADORES INTERNACIONAIS DE 8 PAÍSES

55 EMPRESAS PARTICIPANTES

388 REUNIÕES REALIZADAS EM DOIS DIAS DE EVENTO

USD 1,87 MILHÕES GERADOS DURANTE O PROJETO

EXPECTATIVA DE USD5,72 MILHÕES EM NEGÓCIOS NOS PRÓXIMOS 12 MESES