Notícias

CNI lança Agenda Internacional com propostas para ampliar comércio exterior

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, apresentou as prioridades da indústria para o comércio exterior ao ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e ao secretário-executivo do Ministério das Relações Exteriores, Marcos Galvão, em reunião da Coalizão Empresarial Brasileira (CEB). É a primeira vez que a CNI elabora um documento específico para ampliar a inserção internacional das empresas brasileiras.

“O comércio exterior deve fazer parte de uma agenda estratégica e permanente para o aumento da competitividade do país. Se essa atividade já é importante para estimular o crescimento em períodos de normalidade da economia, ela se torna ainda maior em tempos de restrições no mercado interno, como o que estamos vivendo atualmente”, disse Andrade.

Nos últimos anos, a entidade tem defendido o aumento da rede brasileira de acordos bilaterais de comércio. O Brasil tem ficado à margem dos grandes acordos de integração internacional. Atualmente, os acordos brasileiros com outros países representam menos de 8% do comércio global, enquanto os Estados Unidos atingem 30%; a União Europeia, 45%, e o México, 57%.

Para conhecer a íntegra do documento, clique aqui.

cni