Notícias

Com Brasil Beyond, país chega com mais novidades na Home & Housewares

Mesmo que dentro de seu mercado local uma empresa seja líder, ao adentrar no mercado global, a concorrência aumenta e, com ela, a responsabilidade do empreendedor. Pensando na visibilidade do Brasil na próxima edição da feira International Home & Housewares Show, a ser realizada, em Chicago, nos EUA (de 15 a 18 de março), a Apex-Brasil aprovou projeto conjunto que reunirá quatro dos Projetos Setoriais apoiados pela agência (Glass Brasil, Lux Export Brasil, Metal Brasil e Think Plastic Brazil) em um estande integrado com mais de 30 empresas brasileiras e suportado pelo conceito Brasil Beyond, a nova marca Brasil para divulgação internacional.

ColorsBeyond

Com o conceito “colors beyond expectations” (do inglês, “cores além das expectativas”), o conceito foi criado para promover a praticidade, a qualidade, a inovação e a funcionalidade dos produtos em exposição por meio das suas cores. Também foi feito um investimento em comunicação e marketing para dar mais visibilidade ao projeto. Dentre estes investimentos destacam-se a presença no Global Design Point, o trabalho de uma assessoria de imprensa norte-americana, o patrocínio ao Buyers Club e spots nos ônibus que levam os visitantes à feira. “É uma feira de projeção mundial, então  toda comunicação é feita em inglês e espanhol”, reforça Gilberto Agrello, especialista em desenvolvimento de mercado para Utilidades Domésticas e Embalagens Rígidas do Think Plastic Brazil.

Entretanto, mesmo com o apoio, para participar de um evento deste porte, o empresário deve estar preparado e disposto a ser proativo, como é o caso da empresa Bettanin, que participará da edição 2014 da H&H. Thiago Vanin, gerente geral de exportação da companhia, afirma que a empresa divide suas ações em prospecções de novos mercados e manutenção de mercados maduros. “Permanentemente nossos movimentos são baseados em ações de campo e inteligência de mercado, tornando as dinâmicas mais assertivas. A preparação envolve comunicação prévia com os clientes e prospects”, explica o executivo. “Buscamos levar produtos com descontos especiais para determinada ocasião, uma ferramenta comum que traz retorno”, completa.

A feira já gera grandes expectativas, seja pelo porte continental do evento, seja pela expectativa dos participantes. Para a H&H 2014, Thiago espera não apenas concretizar negócios, mas também aumentar a inteligência de mercado e estender as tendências. “Neste ano, levaremos novidades, principalmente na linha de vassouras e no segmento Pet”. A marca Brasil Beyond será a cereja do bolo brasileiro, que mostrará o rico sabor e potencial do nosso país para os estrangeiros.

Doing Business Canadá

TPB201403_02Logo após a Home & Housewares, uma comitiva de empresários brasileiros irá para uma rodada de negócios no Canadá, intitulada Doing Business Canada, que acontecerá em Toronto e Montreal entre os dias 19 e 22 de março. O evento conta com a coordenação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá e a participação da CN – Canadian National, uma das principais empresas de logística da América do Norte, proprietária de extensa malha ferroviária. No evento preparatório para esta missão, que ocorreu no dia 14 de fevereiro, foram passados conceitos de aduanas, taxas, barreiras de exportação, e como tornar a exportação para os EUA e Canadá mais fácil e ágil. “O brasileiro não quer se responsabilizar pela logística, mas é preciso. É possível ganhar dinheiro com isso e ele tem a obrigação de saber como a carga dele é transportada”, alertou a companhia em sua apresentação. Dia 18, a comitiva chega a Toronto, e no dia seguinte haverá um treinamento logístico para todos os empresários. Nos dias 20 e 21 acontecerão as rodadas de negócios e no dia 22 uma visita ao moderno porto, que conta com um sistema ultrarrápido de carga e descarga. Para Marcos Toma, da Poly Play, que participará tanto da H&H como do Doing Business Canada, é uma oportunidade imperdível.“Se não fosse o Think Plastic Brazil, eu não estaria apto a exportar. E a embalagem em francês, por exemplo, é uma coisa que eu não sabia, e esperamos trazer 10% de incremento para a empresa”, justifica o executivo que parte pela primeira vez para um evento de porte internacional.

 

Fonte: Think Plastic Brazil