Notícias

Estratégia pós-feira é fundamental para fechar negócios

Participar de feiras internacionais consagradas é uma ação essencial no planejamento de empresas que pretendem se internacionalizar. Mas a simples presença nesses eventos não é garantia de negócios. A oportunidade de ganhar visibilidade e fazer contatos deve ser muito bem aproveitada, mas uma estratégia eficaz para o pós-evento é tão importante quanto estar lá.

“A feira é o ambiente para fazer novos contatos, apresentar os produtos e iniciar um diálogo, mas na maior parte dos casos é no pós-evento que se efetiva as vendas. É com persistência, com método, com contatos regulares que o relacionamento evolui para negócio realizado”, diz Gilberto Agrello, especialista de desenvolvimento de mercado para o segmento de artigos para casa e utilidades domésticas do Think Plastic Brazil.

Foi o caso da Vasart, empresa associada ao programa que em março deste ano participou de sua primeira feira internacional do segmento. A estreia foi na Home & Housewares, em Chicago, nos EUA. “Já tínhamos ido a várias feiras no exterior como visitantes, mas esta foi nossa primeira experiência como expositores. Valeu muito a pena, fizemos bons contatos por lá”, contou Eduardo Savazoni, diretor comercial da empresa. Ao voltar da feira, a empresa enviou proposta comercial e amostras a um dos contatos feitos na feira que se mostrou bastante interessado em seus produtos. O trabalho deu resultado: em abril a empresa fechou um pedido de USD 37 mil dólares com um comprador de Porto Rico e em maio o material foi entregue.

O mesmo vale para contatos feitos durante projetos compradores. “Nem sempre a reunião durante o Projeto Comprador resulta em negócio imediato. Isso faz parte da dinâmica do processo de compra”, conta Agrello.

E a sua empresa, o que tem feito para transformar eventos e contatos em vendas?