Notícias

Feira Ambiente 2014: Europa está aberta a novos negócios

TPB201403_01“A Ambiente é um ponto de encontro não apenas para o comércio, mas também para a troca de culturas. (…). Quando os diferentes interagem, isso não apenas provê enriquecimento no plano intelectual, como também trocas substanciais entre duas nações”. Este foi o discurso do secretário de estado alemão Beckmeyer na abertura da feira, que aconteceu em Frankfurt, na Alemanha, do dia 7 ao dia 11 de fevereiro, e reuniu mais de 4.700 expositores de 89 países. A feira ocupou um espaço de 329.300 metros quadrados, o equivalente a 46 campos de futebol, e o espaço expositivo, mais uma vez, ficou lotado. Em 2014, a edição ainda contou com o Japão como país parceiro na realização do evento.

A Europa passou por uma forte crise nos anos de 2009 e 2010, e vem se recuperando rapidamente, como mostrou o encontro. O setor de transformados plásticos pode aprender e comprovar a importância do evento para o setor, já que negócios foram fechados e os empresários puderam extrair importantes dados e contatos para seus empreendimentos. Para Gilberto Agrello, especialista do Think Plastic Brazil que acompanhou a comitiva brasileira pelo Programa, a feira teve muita qualidade em contatos. “O clima na Europa está mais positivo e a recessão está mais branda”, afirma.

Logo no primeiro dia no país germânico, o grupo de empresários de seis empresas brasileiras (Jaguar, Schwanke, São Bernardo, Plasútil, Panamby e Astra) foi levado para um “Retail Tour”, no qual visitaram as principais lojas de design de produto e utensílios para casa. A cidade de Frankfurt possibilita um excelente estudo de mercado, pois o consumidor é exigente e lá existem produtos de todo o mundo e lojas com infinitas opções. “Esses estabelecimentos mexem com as empresas brasileiras”, confessa Gilberto, “eles entram em contato com o que há de mais moderno em design no mundo, um diferencial proporcionado pelo Programa aos empresários brasileiros”.

Prospecção em alta

Nos dias seguintes, a comitiva participou ativamente da feira, levando suas amostras para o espaço disponibilizado no evento, que reuniu mais de 140 mil pessoas. Durante a Ambiente, os empresários puderam aumentar sua carta de prospecções, conhecer muitas novidades e fechar negócios. Mauro Pozzebon, diretor comercial nacional e internacional da Schwanke, no terceiro dia de evento, já contabilizava contatos com 17 países. “A expectativa de futuros negócios é muito boa. O Programa está de parabéns pela organização e pela estrutura proporcionada”, destaca o diretor, que participa da feira anualmente. “Nossa linha foi muito bem aceita, principalmente por países europeus, norte-africanos, EUA e Canadá. A maioria pede alguma alteração de cor ou de tamanho, e existe bastante interesse pelo visual e pela tecnologia”, argumenta Pozzebon, após deixar claro que o comerciante estrangeiro avalia a qualidade antes de solicitar alguma adequação no produto.

Parte do sucesso brasileiro na feira também se deve à organização promovida pelo Think Plastic Brazil. “A orientação foi excelente, antes, durante e até mesmo na hora de ir embora”, garante Mauro, “e conseguimos fechar dois pedidos”. A Ambiente é uma feira de vanguarda, que traz a possibilidade de enxergar tendências para o mercado, servindo de orientação ao empresário do plástico. “Vir aqui é sempre um aprendizado. Existe uma gama muito grande de empresas que nos dão insights para adaptar as nossas linhas de produtos”, conclui o diretor da Schwanke.

Clique aqui e acesse os resultados da feira.

 

Fonte: Think Plastic Brazil