Guia de Tendências: Parte 2

Think Plastic Brazil

Contabilidade para e-commerce;
Plataforma e Ecossistema;
Oportunidades na crise (E-commerce)
Acesso exclusivo a participantes do Think Plastic Brazil

Clique para Download*

*Exclusivo para participantes do Think Plastic Brazil –
senha encaminhada individualmente

EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO
DE PLÁSTICOS TRANSFORMADOS
PÓS COVID-19

O Think Plastic Brazil, programa de exportação e internacionalização do plástico transformado brasileiro, criado pelo INP (Instituto Nacional do Plástico) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) continua em atividade durante a pandemia de COVID-19, ampliando sua atuação com especial cuidado de orientar as empresas nas tendências do mercado internacional.O trabalho está sendo coordenado pelo Grupo de Trabalho de Gerenciamento de Crise do Think Plastic Brazil (GT de Crise), formado e gerido por Carlos Moreira – responsável pelas Estratégias e Planejamento dos Projetos do Programa de Internacionalização para contingenciar o momento e observar as tendências e necessidades pós-COVID-19.

A ação do GT de Crise é orientada por uma nova pesquisa de mercado, realizada com as indústrias do setor de plásticos transformados para acompanhar a situação econômica e produtiva, apontando um norte para as empresas. Estes indicadores consolidados, ao serem comparados com os das indústrias, permitem uma reflexão sobre as decisões a serem tomadas.

As reuniões online, novidades que já estavam no radar do Think Plastic Brazil, estão gerando negócios. O Trade Show online já é uma nova tendência e continuará forte no “Novo Normal”.

O mapeamento de Contribuições Sociais tem se mostrado uma ferramenta importante de promoção das empresas, garantindo a contínua comunicação com o mercado e comprovando a importância do plástico transformado não somente com a saúde (no caso de descartáveis, Equipamentos de Proteção Individual – EPI’s e materiais hospitalares), mas também com o auxílio de comunidades e a dedicação social das indústrias.

O Think Plastic Brazil, programa de exportação e internacionalização do plástico transformado brasileiro, criado pelo INP (Instituto Nacional do Plástico) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) continua em atividade durante a pandemia de COVID-19, ampliando sua atuação com especial cuidado de orientar as empresas nas tendências do mercado internacional.

O trabalho está sendo coordenado pelo Grupo de Trabalho de Gerenciamento de Crise do Think Plastic Brazil (GT de Crise), formado e gerido por Carlos Moreira – responsável pelas Estratégias e Planejamento dos Projetos do Programa de Internacionalização para contingenciar o momento e observar as tendências e necessidades pós-COVID-19. A ação do GT de Crise é orientada por uma nova pesquisa de mercado, realizada com as indústrias do setor de plásticos transformados para acompanhar a situação econômica e produtiva, apontando um norte para as empresas. Estes indicadores consolidados, ao serem comparados com os das indústrias, permitem uma reflexão sobre as decisões a serem tomadas.

As reuniões online, novidades que já estavam no radar do Think Plastic Brazil, estão gerando negócios. O Trade Show online já é uma nova tendência e continuará forte no “Novo Normal”.

O mapeamento de Contribuições Sociais tem se mostrado uma ferramenta importante de promoção das empresas, garantindo a contínua comunicação com o mercado e comprovando a importância do plástico transformado não somente com a saúde (no caso de descartáveis, Equipamentos de Proteção Individual – EPI’s e materiais hospitalares), mas também com o auxílio de comunidades e a dedicação social das indústrias.

Pioneiro na implantação do PEIEX o Think Plastic Brazil sai novamente na frente durante a pandemia, com o propósito de preparar as empresas para a exportação de forma remota, o que com certeza será uma grande tendência pós-COVID-19.

Desde 1o. de abril de 2020 uma série de webinars chamada Think Plastic Together colocou em pauta os temas mais importantes para o setor desde o início do momento pandêmico relativo à Covid-19. Os workshops consideraram assuntos relativos à nova configuração do comércio global, desde a necessidade de entrada no universo do e-commerce, passando por temas econômicos/contábeis até novas configurações de relacionamento virtual.

Para mapear os resultados desses Webinar o Think Plastic Brazil compilará uma série de guias de tendências, buscando mostrar as possibilidades de investimento durante os distanciamentos sociais e as possibilidades de investimento e direcionamento para o pós-COVID-19, o que, esperamos, acontecerá em um futuro próximo.

Neste segundo compilado abordamos o tema Estratégias e planejamento de projetos, Modelagem de negócios de plataforma e ecossistemas, Contabilidade para e-commerce e Transformando a crise em oportunidade: Sua indústria no e-commerce com as principais ferramentas e orientações trazidas pelos especialistas sobre o tema nas diversas apresentações.

Na segunda edição do Guia de Tendências Internacionais o Think Plastic Brazil,  programa de exportação e internacionalização do plástico transformado brasileiro, criado pelo INP (Instituto Nacional do Plástico) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), apresenta novas dicas de atuação tanto para profissionais quanto para empresas, a partir da análise de especialistas ligados ao Think Plastic Together. A série de webinars semanais já abordou temas como embalagens, marketing, e-commerce, contabilidade e outros temas diversos.

No “novo normal” o Think Plastic Brazil continua seu trabalho durante a pandemia de COVID-19, ampliando sua atuação com especial cuidado de orientar as empresas nas tendências do mercado internacional. A atuação é coordenada pelo Grupo de Trabalho de Gerenciamento de Crise do Think Plastic Brazil (GT de Crise), formado e gerido por Carlos Moreira – responsável pelas Estratégias e Planejamento dos Projetos do Programa de Internacionalização para contingenciar o momento e observar as tendências e necessidades pós-COVID-19.  A ação do GT de Crise é orientada por uma nova pesquisa de mercado, realizada com as indústrias do setor de plásticos transformados para acompanhar a situação do mercado, apontando um norte para as empresas. Estes indicadores consolidados, ao serem comparados com os das indústrias, permitem uma reflexão sobre as decisões a serem tomadas.

Algumas ações realizadas neste período:

– Reuniões virtuais de negócios – seguindo a tendência dos
trade shows online

– Mapeamento de Contribuições Sociais das empresas associadas:

Numa ação conjunta da Globoplast e Fashion Cosméticos no combate mundial à Covid-19, foram doados 200.000 ml de álcool gel em bisnagas plásticas.

 

A Neoplastic doou 10.000 sacos plásticos para montagem de cestas básicas que foram entregues no Vale do Ribeira, Pontal e Bauru para atender a necessidade das famílias carentes afetadas pela pandemia de COVID-19.

 

As caixas térmicas da Termolar estão auxiliando em nova pesquisa sobre o coronavírus na cidade de Uruguaiana. As peças da indústria armazenam/possibilitam a distribuição de 500 testes que foram realizados em bairros da cidade.

 

VEMPLAST: O que começou com um projeto de auxílio aos profissionais de saúde tornou-se
um novo caminho de produção para a VEMPLAST. Com as vendas comprometidas pelo distanciamento social e a fábrica em alta capacidade ociosa a empresa decidiu colocar a mão
na massa para ajudar na linha de frente do coronavírus: adaptou seus equipamentos e doou, logo nos primeiros meses de produção, mais de 10 mil máscaras de proteção retrátil a hospitais
e postos de atendimento. O produto fez tanto sucesso que entrou definitivamente no catálogo
da empresa.

 

– Implantação de Peiex

– Remoto Realização do Think Plastic Together, com quase 200 participantes por edição

– Realização do Guia de Tendências

– Ampliação de alianças estratégicas

“As parcerias fechadas pelo Think Plastic Brazil em prol das mais de 150 empresas apoiadas pelo Programa seguem firmes, com objetivo de minimizar seus custos de transação, bem como fortalecer as promoções comerciais e de imagem no mercado global! O setor de transformados plásticos é o terceiro que mais emprega no Brasil e está entre os top 10 que mais contribui para com o PIB nacional! Venha ser um parceiro também e tenha a oportunidade de estar na linha de frente no avanço da competitividade brasileira internacional!”
Carlos Moreira – Estratégia e Planejamento Think Plastic Brazil carlos.moreira@thinkplasticbrazil.com

 

Confira a lista atualizada clicando aqui

 

Neste segundo compilado abordamos os temas Contabilidade para e-commerce; Plataforma e Ecossistema; Oportunidades na crise (E-commerce).

 

www.thinkplasticbrazil.com

 

 

Segunda parte do Guia de Tendências 
(exclusivo para participantes do Think Plastic Brazil)

 

Clique para Download*

 

*Exclusivo para participantes do Think Plastic Brazil
senha encaminhada individualmente